25/01/2010

Aumento para os agentes de saúde de Vicência

Com informações do Vicência Net

Mesmo antes do tempo os vereadores voltaram a trabalhar. Em uma reunião extraordinária acontecida na semana passada, quinta-feira (21/01), foi aprovado o projeto de lei 03/2010 que fixou os vencimentos dos Agentes Comunitários de Saúde em 651,00. vereadores_vicencia

O projeto foi enviado pelo poder executivo à Câmara por volta do dia 12 de janeiro retroativo ao início do mês, no entanto a Lei original que manda pagar o valor acima citado data de 1° de setembro do ano passado com retroativo a julho.

Segundo o presidente da Associação dos ACS de Vicência, Evaldo Santana, durante todo este período a categoria estava em conversação com o prefeito visando o atendimento das reinvidicações mas se dá por satisfeito pelo pedido ter sido atrendido agora.


De acordo com alguns vereadores o entrave maior teria sido a interferência da ex-secretária de Saúde, Drª Verônica, que vivia "massacrando" os profissionais do setor. Em seu discurso, o vereador Romeu (PT) salientou que as categorias só reinvindicam seus direitos quando o bolso é atingido. Incitou os funcionários a sempre procurarem os seus direitos e disse estar de olho na diretoria da categoria.

Antes do início da reunião o vereador bateu boca com o presidente da entidade Evaldo Santana.


Outro que discussou foi o vereador Jânio (PV), o mesmo fez um apelo aos ACS que continuem alerta e informou que os recursos adviondos para os pagamentos de cunho federal e espera não se repetirem os fatos do ano passado quando, segundo ele, os funcionários da saúde foram "massacrados" pela ex-secretária Drª Verônica. "A categoria dos Agentes de Saúde é mais importante que o prefeito e qualquer vereador", acrescentou.


Moiséis (PTB) foi enfático em dizer que os vereadores estão apenas cumprindo o seu dever de parlamentar. Elogiou os colegas que o antecederam e lembrou que o segredo está no planejamento para se pagar os funcionários em dia e o próprio prefeito, segundo ele, prometeu efetuar todos pagamentos até o final de cada mês. O vereador disse que para o município progredir, os políticos têm que cumprir o seu dever, principalmente o prefeito que é quem faz a "coisa" acontecer. "Para o político ser elogiado tem que cumprir o seu dever", ponderou.


O presidente da Câmara André Cesário (PSB) também usou da fala e disse que o projeto foi enviado de última hora e que não entendia o porquê de a portaria ser de 1º de setembro de 2009, retroativo a julho e só agora o projeto foi enviado para votação. "A associação tem que fazer pressão para garantir os direitos adquiridos", falou. Segundo André os recursos são administrados pela Secretaria de Saúde e é preciso saber o que está sendo feito com o dinheiro, embora, segundo ele, o executivo estaja querendo colocar os ACS contra os vereadores em determinados momentos.


As reuniões normais começarão após o carnaval.

0 comentários: