05/01/2010

LAGOA DE ITAENGA: Comunidade da Zona Rural sofre por falta d'água

 

Moradores do sítio Açude de Pedras, zona rural de Lagoa de Itaenga, estão passando por sérias dificuldades devido a falta de água na região. O abastecimento d'água na comunidade “gira em torno” de apenas um chafariz e como na localidade residem cerca de 150 famílias, dependendo todas, exclusivamente, dele, a escassez de áacude1gua passou a fazer parte do cotidiano do sítio, levando muitos a recorrer a prefeitura do município para solicitar carros-pipas, que nem sempre são enviados.

A solução para o problema, segundo a população, poderia ser a revitalização  do açude que deu nome a comunidade (o “açude de pedras”), desativado há quase 9 anos.

O açude (foto acima) era muito importante para a região, sendo a sua água utilizada tanto para o consumo humano como nas atividades domésticas em geral. Além disso, ele também era usado para a criação de peixes, distribuídos entre os moradores na quaresma. Entretanto, no ano 2000, uma obra realizada pela prefeitura para ampliá-lo acabou ocasionando, cerca de um ano depois, o seu rompimento e trouxe como consequência a carência de água na localidade.

A população do local procuraram alguns vereadores , mas sem, contudo, que algum se sensibilizasse com a situação, nenhuma solução foi apresentada e o problema pedropermanece. “Nós não só procuramos, por diversas vezes, vereadores do município, como também enviamos um abaixo-assinado reivindicando a revitalização do açude para a própria câmara de vereadores e até hoje esperamos uma resposta”, comentou Pedro Luís Epifânio (foto ao lado), presidente da Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Sítio Açude de Pedras e do Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável de Lagoa de Itaenga.

Pedro ainda disse, que o município possui plenas condições de fazer a obra e que, além do mais, o seu custo é muito pequeno e não entende o porque de tanto descaso.

0 comentários: